Reengenharia (BPR) e ERP ou ERP e reengenharia (BPR) ?

Reengenharia (BPR ) e ERP ou ERP e Reengenharia (BPR) ? por manoel veras

O termo BPR (business process reengineering) foi criado por Hammer e Champy em 1993. Os dois autores são considerados os pais do conceito de reengenharia.

Hammer e Champy propuseram a revisão fundamental e o redesenho radical dos processos de negócio para o alcance da melhoria de desempenho das organizações  em custo, qualidade, serviço e velocidade. A idéia na época foi muito bem aceita nos Estados Unidos, funcionou como uma reação ao movimento de qualidade japonês, e assim o BPR ganhou fôlego. Eles definiram cinco regras essencais que deveriam ser consideradas em qualquer projeto de BRP:

  • Definir a estratégia antes de redesenhar;
  • Utiliar o processo primário como base;
  • Otimizar o uso da TI;
  • Modelos de estrutura e governança devem ser compatíveis com o processo a ser redesenhado;
  • Administração e funcionários devem participar da mudança.

Os autores também sugeriram como passo inicial na decisão de fazer o BPR de de uma organização ou departamento, fazer um benchmarking para avaliar a real necessidade do BPR.

Depois de alguns anos verificou-se que o BPR era muito mais difícil de fazer do que descrever ou mesmo entender a necessidade. Falta de apoio da alta administração , gestão de má qualidade para o projeto e falta de envolvimento dos usuários do processo foram causas apontadas para o seu insucesso.

Como foi feito o BRP na prática ? Na verdade a reengenharia foi feita meio que de trás para a frente com a adoção dos sistemas integrados de gestão, os ERPs (Enterprise Resources Planning). Nas organizações,  o ERP, quando implementado, já trazia as melhores práticas de processo consagradas na administração e com a sua implantação , boa parte do esforço de fazer o BPR , já estava realizado. Ou seja, o ERP foi o grande viabilzador do processo de BPR. Evidentemente existiram insucessos com esta abordagem mas a verdade é que boa parte das organizações de médio e grande porte hoje utilizam o ERP como sistema integrado de gestão e fizeram o BPR através da implantação destes sistemas.

A prática sugerida de fazer o redesenho baseado no ERP é mostrada abaixo em termos de fluxograma conforme sugere COLANGELO [2001]

Sem título

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>