TI já não importa mais

 por manoel veras

Quem disse isto foi Nicholas Carr quando escreveu o artigo It does not matter  (TI não importa) na Harvard Business Review em 2003.Já faz um tempo mas a polemica continua.
Carr argumentou que a TI se tornou commodity ou seja a TI se tornou uma necessidade competitiva mas não é mais uma fonte de diferenciação estratégica. Se voce não tem TI esta arruinado mas se tem só esta do lado dos melhores concorrentes.
O artigo rendeu críticas de todos os lados e trouxe a tona uma questão importante que se refere aos altos investimentos feitos em TI e aos resultados obtidos.
Segundo Carr a diferenciação não esta na TI mas sim nos processos e na estratégia. As empresas, segundo o autor,terão que sair de uma postura ofensiva, no que se refere a investimentos em TI, para uma postura defensiva com foco em eliminar as vulnerabilidades (riscos operacionais, falhas técnicas, segurança e até fornecedores pouco confiáveis).
A ideia de Carr é que a empresa terceirize tudo que não for estratégico começando pela infraestrutura de TI. Carr faz uma comparação entre as instalações de computadores, trilhos de ferrovias e capacidade de energia, em diferentes momentos, mostrando que os largos investimentos feitos de maneira muito rápida fazem os preços caírem e rapidamente trazem a comoditização. Segundo ele acontecerá com a TI o que aconteceu com o provimento de eletricidade, por exemplo, que em um certo momento virou uma utility.
Carr considera que a TI está seguindo pelo mesmo caminho de tecnologias como a rede elétrica e a malha rodoviária. . Uma vez que se torna cada vez mais barata e padronizada, seu poder e sua capacidade de diferenciação começam a frustar as necessidades da maioria das empresas, as vantagens que antes oferecia se dissipam, e seu grande poder de transformação começa a desaparecer. Segundo ele esta mudança é natural e necessária e só quando a TI se tonar uma infraestrutura comum e padronizada é que ela será capaz de proporcionar os seus maiores benefícios econômicos e sociais.
Carr sugere novas regras para a gestão da TI:
  • Gaste menos.
  • Em vez de liderar, siga.
  • Pense em vunerabilidades, não em oportunidades.
Importante reforçar que TI no artigo de Nicholas Carr refere-se a tecnologias usadas para processamento, armazenamento e transporte de dados no formato digital.
Referência:
Dá para se livrar desse abacaxi, Sérgio Teixeira Jr, Exame, fevereiro de 2004.
Carr, Nicholas G. It does not matter, HBR, 2003.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>